quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

No dia que o chato saiu de casa.


No dia que eu saí de casa
Minha mãe me disse: "Graças a Deus"
Passou a mão nos meus cabelos
Olhou em meus olhos
Começou chorar...

Aonde você for que alguém aguente essa chatice
mesmo onde estiver, em minhas orações eu vou pedir a Deus
que afaste os seus pés daqui...

Eu sei que ela tentou me vender
Nem teve um que encarou comprar
E o sossego lá na minha casa
Desde aquele dia, começou reinar...

A minha mãe bem já dizia que aguentar a mim era um teré
Não entendi o vocabulário, mas não insisti e dei marcha a ré,
E sempre ao lado do meu pai, que também aguentou a minha chatice
Ela me disse assim, "meu filho já vai tarde", alugue outro ouvido, ô meu!

Eu sei que eu era chato pra chuchu,
Mas não a ponto de gritar Urru!
Se minha chatice aumentasse
Seria deportado sem direito algum!

Eu bem queria ser mais "legalzin"
Mas a galera começou "zuar"
E o olhar do povo me dizendo
Ô seu Chatonildo  vai se catar!

E o estoque de foguetes do bairro
Por minha causa, começou minar...
A saída da minha casa, no calendário
É festa popular.

(Paródia da música: No dia em que eu sai de casa - Zezé e Luciano).
Baseado em fatos reais "parodiais".



sábado, 6 de fevereiro de 2016

Meus desenhos II.

Há 14 anos eu fiz este desenho usando o Paint, foi uma ilustração com humor de uma noite que gritei minha mãe. Eu dormia no quarto e no momento em que me virei para o outro lado da cama, meu pai trazia o irmão caçula nos braços para colocá-lo na cama. Eu levei um susto tremendo, chamei minha mãe, quase acordei o caçula e meu pai não sabia se corria ou se me acudia.

Abaixo, a cena que me fez gritar.
 
Desenho feito usando o programa Paint (em 2.002)


Logo abaixo, os argumentos por causa do grito.

Eu não entendia muito de computador (isto não quer dizer que agora entendo) e usava este recurso para desenhar e como passatempo. Não tinha muito o que fazer e ficava inventando coisas para fazer no computador do meu irmão.

 Fundei o Departamento de Improviso Ltda, um departamento que sou o chefe, o empregado e o cliente.



O serviço de meteorologia e a logo desenvolvida por mim, usando o tão "difícil" Paint.


Aproveitando o monopólio, criei também a logo do grande e riquíssimo ramo: Comércio de Conselhos LTDA.


E depois de algum tempo resolvi fazer uma charge, após Michael Jackson ter falecido apareceu muitas pessoas imitando, tentando arrecadar uma graninha extra dos ídolos.

Desenhar no Paint, custa alguns minutos de dedicação, o que eu mais gostei foi o desenho abaixo:
Conheci um pedreiro por apelido de Paraíba. No final ele me enrolou com a obra e me disse que lá na Paraíba é assim, quando alguém deve e não tem dinheiro a dívida é perdoada... Excelente mão de obra, porém era tão enrolado que levei prejuízo para não ter mais problemas.

E para finalizar, com vocês um gráfico da CEMIG (Energia de Minas Gerais), referente ao imóvel que minha mãe morava:
 Depois que minha mãe disse que pagava R$11,00 de energia, eu disse que a Cemig iria tomar o relógio medidor, já que eles não usavam mesmo.

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

Ecoando.

O que faço
está feito ,
 o que não faço
em pensamentos refaço,
então o que seria melhor?
Não fazer, fazer ou em mente refazer?

O que digo,
pronto disse.
O que não disse,
Minha mente diz em mim para mim,
então o que seria melhor?
Dizer, não dizer ou mentalmente dizer?

O que penso,
é rápido já pensei...
O que não penso,
Não tem como saber, pensei ou não pensei?
então o que seria melhor?
Pensar,  não pensar, pensando que pensei?

Falo, digo e penso,
Estas são as atitudes constantes
Do ser humano e do humano jeito de ser,
Então aonde erro menos?
Pense em dizer o que fará.

Jefferson Nunes 28/01/16