domingo, 14 de agosto de 2011

Na linguagem dos matutos: "Você foi meu professor..."


Hoje não lhe entreguei nenhum presente
Bem que poderia ter lhe dado uma lembrancinha
Hoje não lhe disse tudo que realmente queria
Bem que poderia ter lembrado nosso passado feliz
Hoje não declarei minha admiração
Bem que poderia ter puxado algum assunto
Hoje não olhei fixamente em seus olhos
Bem que poderia ter percebido o brilho deles
Hoje não permaneci segurando em suas mãos
Bem que deveria ter durado mais aquela saudação
Hoje não senti aquele abraço forte e duradouro
Bem que poderia ter insistido nesse afeto
Hoje não passei a mão em seus cabelos
Bem que poderia correr a mão sobre eles
Hoje não declarei todo meu amor
Bem que poderia ter falado tudo que sentia
Hoje não estivemos tão presentes
Bem que queria abraçar e sentir teu calor
Hoje não senti o seu perfume
Bem que poderia ter insistido em sentir teu cheiro
Hoje te vejo como forte depois de tudo que passou
Bem que o senhor poderia notar minha fraqueza
Hoje vejo o tempo passar
Bem que poderíamos vivenciar cada segundo
Hoje se comemora o seu dia
Bem que poderia ser reconhecido todo o ano
Hoje o senhor me olha um pouco distante
Bem que poderia perceber, que
Hoje, teu filho simplesmente te admira
E sempre deseja o teu bem
Na minha mente esta gravada
Seu cuidado de pai, por ter lutado, sustentado
E ensinado, o caminho que eu deveria seguir
Hoje eu sei
Bem que poderia
Estar mais perto de você
Saiba então, que se aqui cheguei
É porque você me alimentou, cuidou, suou...
Em suas qualidades posso te dizer:
Meu pai, meu espelho.
Feliz dia dos pais!
(Jefferson Nunes)

2 comentários:

  1. ótimo poema meu irmão... bem bolado e no improviso!!! Falou tudo o que gostaríamos de dizer ao nosso velho amigo, porque nosso Pai é Deus (palavras já conhecida)... rsrs... abraços, e parabéns pela iniciativa.

    ResponderExcluir
  2. Jefferson, que Deus continue transformando seus dias em dias mais felizes dia a dia., excelente sentimento., continue assim., somente aqueles que conseguem sentir, podem de fato se expressar., e, aqui, neste seu texto de um amor lindo e ao mesmo tempo transformador, o levará a um patamar de diversas colheitas ricas e abundantes. Com o meu imenso amor,
    Pastor de Ovelhas, São Paulo, SP

    ResponderExcluir